Notícias

Com o tema “Cuidemos de nossa história, um olhar sobre a obra ‘Borda da Mata e sua história’ de João Bertolaccini”, o Festar Literário 2019 está visitando o passado e produzindo diversos trabalhos sobre a cidade, além de levar diversas atividades culturais à comunidade. Em sua segunda edição, o festival é um projeto que une Educação e Cultura e leva para a sala de aula o estudo de autores bordamatenses e suas obras, de maneira didática e divertida.

 

SARAU

Na sexta-feira, 08/11, o sarau no Colégio Nossa Senhora do Carmo acontece a partir das 19h. Na programação, música, teatro e vídeo. Um documentário dirigido por Mariana Sayad e produzido pela Cubo Filmes relata a importância do livro de João Bertolacinni para Borda da Mata. Com uma narrativa leve e emocionante, amigos, família e pesquisadores contam sobre o processo de pesquisa, sua importância para o estudo da história e muito mais sobre a obra realizada por Bertolaccini.

 

As escolas municipais Diva Ribeiro dos Santos e Francisco de Souza Costa e a Escola Estadual Lauro Afonso Megale também preparam apresentações.

 

A noite vai contar também com os músicos Jucilene Buosi, Wolf Borges (vozes) e Albano Sales (piano) em um concerto com repertório de canções escolhidas entre grandes clássicos da MPB e da música mundial. Misturam estilos e tendências, do lírico ao brejeiro, em releituras próprias em duetos ou solos.

 

EXPOSIÇÃO

No sábado de manhã, das 8h às 11h30, as escolas, a creche e o cemei vão expor na Praça Nossa Senhora do Carmo os trabalhos realizados durante o Festar Literário 2019, em que estudaram, foram a campo e produziram trabalhos com base no estudo do livro que trouxe à tona a história de Borda da Mata. Um evento que também vai ajudar a contar a história para as próximas gerações.

 

O encerramento do Festar Literário 2019 conta também com a apresentação teatral do grupo Ave Palavra, que traz a trupe de músicos “Trançando Cordéis”.

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

O patrimônio histórico e cultural é tudo aquilo que pertence a cultura de um povo. É a herança do passado e também o que está sendo criado na atualidade. O patrimônio inclui as tradições, a história, os costumes e a identidade de uma região.

Em Borda da Mata, a Administração do prefeito André Marques recuperou um trabalho iniciado em 2008, com o inventário de bens móveis, imóveis, bens imateriais, arquivos e sítios naturais para dar andamento ao processo de registro e tombamento. O trabalho retomado em 2018 precisou estruturar o Conselho Municipal que é composto por representantes da sociedade e atuam junto com o Executivo, criar as leis municipais que regem a atividade para então receber do Estado o repasse da parcela de ICMS voltada à preservação e investimento do município no âmbito do Patrimônio Cultural.

Para o presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural de Borda da Mata, Léo Guimarães, reativar o conselho, estruturar as leis e dar andamento ao trabalho que preserva viva a identidade do povo bordamatense "é essencial para manter um importante ciclo de valorização das raízes culturais de nossa cidade. O patrimônio cultural somente será efetivamente preservado quando houver uma interação consciente entre todos os atores (cidadãos, Poder Executivo, Conselho e Ministério Público) envolvidos na garantia do cumprimento das políticas de proteção."

Já existe em Borda da Mata, um prédio tombado: a Estação Ferroviária da Estrada de Ferro Sapucaí. Além disso, pelo menos 50 bens, entre prédios, igrejas, capelas, conjuntos paisagísticos, altares e túmulos estão na lista para serem inventariados, desses, apenas seis bens estão relacionados no IEPHA (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais).

 


SEMINÁRIO DO PATRIMÔNIO CULTURAL

No Seminário do Patrimônio Cultural, realizado em Varginha, em 22/10, do qual participou o presidente do Conselho de Borda da Mata, Léo e a conselheira Edna Motta, a palestra da promotora de justiça do Ministério Público, Sophia Sousa de Mesquita David, ressaltou a obrigação do município e a importância da atuação da sociedade na preservação do patrimônio “a Constituição de 1988 manda e deixa claro em seus artigos 216 e 225 o que é e os porquês de se preservar. O município que não o faz está passível de responder por imbropidade administrativa porque é dever do gestor proteger o patrimônio de seu povo” e ainda completa “o inventário e o tombamento declara o valor de um bem. Esse bem reconhecido formalmente já tem seu valor histórico e cultural.”

 

O evento reuniu gestores municipais do patrimônio cultural, estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais de arquitetura, engenharia e edificações de toda a região. Durante todo o dia, os participantes assistiram palestras sobre “Acessibilidade e Patrimônio”, “Segurança Contra Incêndio em Edifícios Históricos” e “Instrumentos Jurídicos de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural”. Participaram como palestrantes o engenheiro e arquiteto, Gilberto Reis Jordão; o engenheiro Mário Marcos Caponi Cincoetti; a engenheira Paula Chaves Cincoetti; o Tenente-Coronel Tóffoli, o Capitão Ventura e o 3º Sargento Ronaldo, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais; além de Sophia, promotora titular da Promotoria de Justiça única da Comarca de Paraguaçu.

 

CONSTITUIÇÃO FEDERAL

A Constituição de 1988 estabelece no seu Artº 216 que "Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: I - as formas de expressão; II - os modos de criar, fazer e viver; III - as criações científicas, artísticas e tecnológicas; IV - as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; V - os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico.

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

Praça Nossa Senhora do Carmo vai receber intervenção no dia 19 de outubro. Atividade faz parte da programação do Festar Literário 2019.

 

Aprender história é muito mais interessante quando é possível experimentar, visitar e conhecer de perto monumentos e pessoas de outras épocas. Em Borda da Mata, para o Festar Literário 2019, os alunos da Rede Municipal estão estudando o livro “Borda da Mata e sua história” do autor bordamatense João Bertolaccini e desenvolvendo trabalhos artísticos acerca do estudo que trata da formação do povoado às margens do Rio Mandu, com abordagem especial sobre a influência da religiosidade na vida do povo. Como parte da programação do festival, acontece no dia 19 de outubro, sábado, uma intervenção na Praça Nossa Senhora do Carmo. A intervenção urbana é a realização de movimentos artísticos nas áreas centrais das cidades, alterando a atmosfera comum a esses locais. Ela tem por objetivo chamar a atenção dos passantes, levá-los à apreciação do movimento proposto e aproximá-los da arte.

 

A primeira atividade terá início às 8h30 e será uma sessão de yoga para crianças com a professora Carolina Sáber. Yoga é uma prática física e meditativa milenar surgida na Índia e pode ser definida sob vários aspectos, inclusive como arte, pois é uma atividade performática. Interfere radicalmente na atmosfera de nossa cidade, pois até então nunca se viu desta prática em nossas praças.

 

Às 9h começará a atividade de desenho para crianças com giz e papel com a professora Maria Rita Bertolaccini. Esta atividade terá como tema a linha férrea que passava por Borda da Mata. O trem, o saudoso trem poderá ser reverenciado pelas crianças. Os trabalhos serão sobre as cidades e estações mineiras que se ligavam à Borda da Mata. Uma grande oportunidade de pensar a História.

 

Às 9h30 começará a oficina de Quilling com a professora Fátima Carvalho. Quilling é uma técnica de filigrana em papel, também milenar, praticada tanto no Ocidente quanto no Oriente. Sua intervenção também é inédita em nossa praça. Um trabalho de delicadeza e beleza ainda desconhecido por muitos.

 

 

Sobre o Festar Literário

O Festar (Festival de Arte de Borda da Mata) acontece durante o ano com as seguintes vertentes: Gastronômico, Extreme e Literário, com o intuito de valorizar e explorar a produção cultural e artística, integrada à natureza e à arquitetura local.

 

Em sua segunda edição, o Festar Literário busca homenagear escritores com raízes em Borda da Mata e levar o estudo para a sala de aula, integrando a grade curricular dos 2 mil alunos da Rede Municipal. Em 2018, crianças e adolescentes conheceram as poesias de Donizete Galvão, premiado poeta brasileiro que nasceu em Borda da Mata. Em 2019, literatura e história andam lado a lado com o autor e livro escolhidos para o festival.

                        

Sobre o autor homenageado

João Bertolaccini foi uma importante figura bordamatense. Nasceu em 1930, foi comerciante, trabalhou no Executivo e no Legislativo Municipal. Católico militante, foi colaborador, estudioso das coisas sacras e membro atuante da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo. Amigo de Monsenhor Pedro Cintra, importante empreendedor social de Borda da Mata, escreveu a obra a pedido do padre. O livro “Borda da Mata e sua história” lançado em 2001, é resultado de intensa pesquisa e experiências de vida. O autor faleceu em 2015, aos 84 anos de idade.

 

Programação completa:


19/10/19

Intervenção na Praça e na história

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

8h30 Yoga para crianças com Carolina Sáber (Quintal do Ser)

9h Desenho em giz e papel com Maria Rita Bertolaccini (Casa do Piano)

10h Oficina de Quiling – arte em papel com Fátima Carvalho

 

30/10/19

Roda de conversa e lançamento do livro de Léo Guimarães (Escritos, Proseios e Cantorias – Editora Recanto das Letras)

Local: Câmara Municipal

Horário: 19h

 

08/11/19

Sarau - Apresentações artísticas e musicais relacionadas ao livro "Borda da Mata e sua história" e ao seu autor, João Bertolaccini

Local: Colégio Nossa Senhora do Carmo

Horário: 20h

 

09/11/19

Apresentação dos trabalhos dos alunos e professores da Rede Municipal sobre a História de Borda da Mata e Apresentação teatral do Grupo Ave Palavra

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

Horário: 10h

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

A palestra do professor Cleyton Antônio da Costa para os educadores da Rede Municipal de Borda da Mata, no dia 02 de outubro, deu início ao Festar Literário 2019. Professor mestre e coordenador do curso de História da Univás, Cleyton pesquisou a história de Borda da Mata para o trabalho de conclusão de curso de sua graduação, o que fez do autor homenageado João Bertolaccini e sua obra, grandes referências do professor. Na palestra, tratou da importância de trabalhar a cultura e identidade local com as crianças, adolescentes e toda a comunidade.

O professor citou as duas obras anteriores que tratam da história da cidade: em 1946 escrita por Carolina Oriolo e em 1958 escrita por José Guimarães, no entanto, de acordo com o Cleyton “o senhor João Bertolaccini foi muito cuidadoso ao escrever e citar fatos e fotos, diria que ele foi cirúrgico ao tratar de assuntos polêmicos e delicados com tanto respeito e responsabilidade”. A obra “Borda da Mata e sua história” é um percurso histórico do município, foi escrita a pedido do Monsenhor Pedro Cintra em dois anos de estudo e pesquisa, foi iniciada em novembro de 1999 e lançada em dezembro de 2001.

Com a participação dos professores, muitas curiosidades foram instigadas com a apresentação de fotos antigas e o resgate de memórias. A diretora da Escola Municipal Antonio Marques da Silva, Tatinha, falou do trabalho das escolas com o livro “dividimos por temas, então cada escola está explorando um aspecto da cidade, como a economia, a religiosidade”.

A filha do autor homenageado, Maria Rita Bertolaccini, reiterou a preocupação do senhor João ao registrar a história e deixar o recado para que as próximas gerações de bordamatenses também tenham essa preocupação ao iniciar o livro com a expressão “Cuidemos de nossa história”.

A programação do Festar Literário 2019 segue com intervenções na praça, sarau, apresentações musicais e teatrais e exposição.

 

Confira programação completa:

   

19/10

Intervenção na Praça e na história

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

8h30 - Yoga para crianças com Carolina Sáber (Quintal do Ser)

9h - Desenho em giz e papel com Maria Rita Bertolaccini (Casa do Piano)

10h - Oficina de Quilling - Arte em papel com Fátima Carvalho

 

30/10

Roda de conversa e lançamento do livro de Léo Guimarães (Escritos, Proseios e Cantorias – Editora Recanto das Letras)

Local: Câmara Municipal

Horário: 19h

 

08/11

Sarau

Apresentações artísticas e musicais relacionadas ao livro "Borda da Mata e sua história" e ao seu autor, João Bertolaccini

Local: Colégio Nossa Senhora do Carmo

Horário: 19h

 

09/11

Apresentação dos trabalhos dos alunos e professores da Rede Municipal sobre a História de Borda da Mata e Apresentação teatral do Grupo Ave Palavra

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

Horário: 8h às 11h30 

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

Com o tema “CUIDEMOS DE NOSSA HISTÓRIA - Um olhar sobre a obra "Borda da Mata e sua história", de João Bertolaccini”, o Festar Literário 2019 busca explorar as origens, curiosidades e fatos que conduziram a formação do município de Borda da Mata, levar o assunto para as escolas e explorá-lo de maneira artística, lúdica e comprometida.

Conforme explica a diretora do Departamento de Educação, Maria Leonice Santos, o envolvimento dos alunos e professores da Rede Municipal “é uma oportunidade de conhecer e reavivar toda a história de Borda da Mata e assim introduzi-la no estudo e  na execução de trabalhos que culminam sua apresentação durante o Festar Literário.”

De acordo com Maria Rita Bertolaccini, filha do autor homenageado e parceira da Prefeitura na organização do evento, “o livro Borda da Mata e sua história é um registro da formação do Município de Borda da Mata, desde as primeiras passagens às margens do Rio Mandu, da formação do povoado, do bairro e da cidade até seu 77° ano de emancipação político-administrativa. O livro faz abordagem especial sobre a influência da Igreja na formação do lugar, abordando também dados políticos e sociais locais.”

As atividades começam no dia 02/10 e se estendem até 09/11 com diversas atividades culturais, entre pintura, desenho, música, palestra, lançamento de livro, entre outras ações.

 

Programação Festar Literário 2019

 

02/10

Abertura com palestra dirigida aos professores da Rede Municipal de Ensino (módulo) com professor Cleyton Costa

Tema: Borda da Mata no ensino e na pesquisa - cultura e identidade local

Local: Escola Municipal Professora Diva Ribeiro dos Santos

Horário: 18h

 

19/10

Intervenção na Praça e na história

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

8h30 - Yoga para crianças com Carolina Sáber (Quintal do Ser)

9h - Desenho em giz e papel com Maria Rita Bertolaccini (Casa do Piano)

10h - Oficina de Quilling - Arte em papel com Fátima Carvalho

 

30/10

Roda de conversa e lançamento do livro de Léo Guimarães (Escritos, Proseios e Cantorias – Editora Recanto das Letras)

Local: Câmara Municipal

Horário: 19h

 

08/11

Sarau

Apresentações artísticas e musicais relacionadas ao livro "Borda da Mata e sua história" e ao seu autor, João Bertolaccini

Local: Colégio Nossa Senhora do Carmo

Horário: 19h

 

09/11

Apresentação dos trabalhos dos alunos e professores da Rede Municipal sobre a História de Borda da Mata e Apresentação teatral do Grupo Ave Palavra

Local: Praça Nossa Senhora do Carmo

Horário: 8h às 11h30 

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

Com o tema “Culinária e Patrimônio”, a 7.a Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais acontece em todo o estado durante o mês de agosto. São cerca de 900 atividades relacionadas ao tema proposto, com o objetivo de promover ações que tratem dos modos de fazer, das receitas, dos lugares e práticas ligadas à alimentação, seu preparo, as particularidades de cada região e seu patrimônio gastronômico.

Em Borda da Mata, a Rede Municipal de Educação participa com a exposição de receitas selecionadas. As quatro escolas, creche e cemei trabalharam o tema e vão apresentar receitas e suas histórias na semana de 26 a 30 de agosto.

Como parte das atividades da Jornada, diretores e supervisores das instituições municipais de ensino participaram de uma palestra com a consultora Maria Angélica Ribeiro no dia 15/08/2019 para uma explanação sobre a importância de trabalhar a participação do município por meio do Departamento de Educação no conhecimento e resgate daquilo que é patrimônio do lugar.

Todas as atividades realizadas são enviadas ao IEPHA – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais e conta ponto para o município receber a parcela de Patrimônio Cultural do ICMS, verba que é destinada ao  investimento em bens culturais do município, área não trabalhada em Borda da Mata desde 2008, a qual voltou a ser movimentada em 2018 com a criação do Conselho Municipal, entre outras ações.   

.

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

A Prefeitura confirmou novas atrações para a edição de 2019 da Festa da Borda. Com os novos anúncios, já são 10 apresentações de palco programadas para ocorrer entre os dias 12 e 16 de julho. Entre as mais tradicionais celebrações da região, a festa marca as comemorações da emancipação política da cidade, que ocorre em paralelo à Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do município.

 

Nos próximos dias, será divulgada a programação completa da festa, com atividades e outras celebrações.

 

As apresentações de palco confirmadas para a edição 2019 da Festa da Borda são as seguintes:

 

Banda Nohau

Quando: sexta-feira, 12 de julho

Horário previsto: 21h

Gênero: Pop Rock

 

Salgadinho

Quando: sexta-feira, 12 de julho

Horário previsto: 23h

Gênero: Pagode

 

Banda Jardim dos Reis

Quando: sábado, 13 de julho

Horário previsto: 21h

Gênero: Pop Rock

 

Chimarruts

Quando: sábado, 13 de julho

Horário previsto: 23h

Gênero: Raggae

 

Dj Alexxia

Quando: madrugada de sábado para domingo, 13 de julho

Horário previsto: 1h

Gênero: Música eletrônica

 

George Henrique & Rodrigo

Quando: domingo, 14 de julho

Horário previsto: 23h

Gênero: Sertanejo

 

Tonho Prado

Quando: segunda, 15 de julho

Horário previsto: 21h

Gênero: Bando Show e Humor

 

Beth Bacana

Quando: segunda, 15 de julho

Horário previsto: 23h

Gênero: Banda Show

 

Violeiros de Sion

Quando: terça-feira, 16 de julho

Horário previsto: 20h

Gênero: Orquestra de viola

 

Lucas Reis e Thácio

Quando: terça-feira, 16 de julho

Horário previsto: 23h

Gênero: Sertanejo

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

Vias no entorno das Praças Nossa Senhora do Carmo e Antônio Megale amanhecerão fechadas nesta quinta-feira, 20, para a Procissão de Corpus Christi

 

Nesta quinta-feira (20), a comunidade comemora o Corpus Christi, feriado religioso em que há uma celebração litúrgica com procissão pelas vias públicas. Em Borda da Mata, a caminhada está prevista para começar às 15h, logo após missa solene da Basílica de Nossa Senhora do Carmo.

 

A caminhada religiosa partirá da Rua Padre José Oriolo, virando à esquerda, na Rua Herculano Cobra, à esquerda na Rua Coronel José Inácio, seguindo pela Praça Antônio Megale, ao lado da Prefeitura, encerrando na Praça Nossa Senhora do Carmo, quando retorna à Basílica.

 

O Departamento de Obras da Prefeitura de Borda da Mata informou que o trecho por onde seguirá a procissão será interditado a partir das 6h, quando as vias começarão a ser enfeitadas para o ato religioso.

 

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

No último fim de semana, o CEMEI e a Creche Municipal abriram a temporada junina na rede municipal de educação. No próximo sábado (08), é a vez do Arraiá do Grupo Escola Municipal Benedita Braga Cobra, que vai reunir a comunidade em mais uma festa de São João repleta de brincadeiras, comidas típicas, apresentações de dança e prêmios.

 

O Arraiá da escola começa às 16h. Além da tarde e noite divertida, quem for à festa caipira vai concorrer a dois prêmios de primeira: um X-Box e um tablet. Num vai perdê né, sô?

 

E para não perder os próximos Arraiás, anote aí:

 

Sábado, 15 de junho - 13h: Festa Junina da Escola Municipal Francisco de Souza Costa

Sábado, 15 de junho - 15h: Arraiá da Escola Municipal Antônio Marques da Silva

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias

Os preparativos para a festa que marca as comemorações da emancipação político-administrativa de Borda da Mata estão em ritmo acelerado. O evento de 2019 promete muitos tons, cores e alegria no palco que será montado na praça central da cidade para o evento que ocorre entre os dias 12 e 16 de julho.

 

A programação musical é eclética: tem grandes nomes da música nacional e estilos para todos os gostos: pagode, raggae, sertanejo e eletrônico vão dar os muitos tons da celebração do aniversário de 95 anos de Borda da Mata.

 

Confira as seis atrações confirmadas e acompanhe as mídias oficiais da Prefeitura para ficar por dentro de todo os detalhes da festa:

Compartilhar nas redes sociais:
Publicado em Notícias
Página 2 de 6

Filtro por data

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Mais lidas