Notícias
%PM, %03 %822 %2018 %15:%Ago

Secretaria de Saúde alerta para casos de gripe H1N1 em Borda da Mata

Avalie este item
(0 votos)

A gripe A, também chamada de gripe H1N1, é uma doença causada pelo vírus Influenza A (H1N1). A influenza é uma infecção respiratória aguda, causada pelos vírus A e B. Em Borda da Mata, no final do mês de julho foi confirmado um caso da gripe H1N1 e outras duas pessoas estão em observação com suspeita do vírus. Com as chuvas e o aumento da umidade do ar, aliado às ações que evitam contaminação e a vacina contra a gripe, é possível prevenir a doença.

A vacinação é a forma mais eficiente de proteção contra a gripe. Ela é feita anualmente, pois os vírus causadores da gripe sofrem mutações, sendo fundamental acompanhar as mudanças para que a vacina produzida seja realmente eficiente. Durante a campanha de vacinação contra a gripe, foram vacinadas 5.190 pessoas do grupo de risco em Borda da Mata (crianças, gestantes, puérperas, professores, trabalhadores da saúde, idosos, pessoas com doenças crônicas). Ainda há doses disponíveis da vacina contra a gripe na UBS Monsenhor Pedro Cintra, no entanto, são destinadas para crianças até 9 anos, adultos a partir de 50 anos e para aqueles do grupo de risco inicial da campanha que ainda não tomaram.

Ações para evitar a contaminação pelo vírus Influenza A H1N1
• Lavar sempre as mãos, principalmente após tossir e espirrar. Para lavar a mão, deve-se utilizar água e sabão ou, ainda, álcool 70%. Para utilizar o álcool, é importante não estar com as mãos visivelmente sujas;
• Utilizar lenços descartáveis;
• Deixar o ambiente sempre ventilado;
• Cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir;
• Não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa;
• Não compartilhar objetos de uso pessoal, como garrafas, copos e talheres;
• Evitar contato com pessoa doente, evitando abraços, beijos e apertos de mão;
• Evitar aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto.

Sintomas da gripe H1N1
A gripe, ou influenza sazonal, inicia-se em geral com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral de três a cinco dias após o desaparecimento da febre. Alguns casos apresentam complicações graves, como pneumonia, necessitando de internação hospitalar. Devido aos sintomas em comum, pode ser confundida com outras viroses respiratórias causadoras de resfriado.

*Com informações do Portal do Ministério da Saúde. 

 

 

Compartilhar nas redes sociais:

Mídia

Compartilhar nas redes sociais:

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Filtro por data

« Agosto 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Mais lidas