Notícias
%PM, %26 %863 %2018 %17:%Nov

Estudantes, escritores e jornalistas evidenciam poesias do bordamatense Donizete Galvão durante o Festar Literário

Avalie este item
(0 votos)
Obra do autor foi exposta em trabalhos e apresentações da Rede Municipal na Praça Nossa Senhora do Carmo. 10/11/2018. Obra do autor foi exposta em trabalhos e apresentações da Rede Municipal na Praça Nossa Senhora do Carmo. 10/11/2018.

A primeira edição do Festar Literário de Borda da Mata em 2018 homenageou o escritor bordamatense Donizete Galvão. Para o evento que aconteceu de 9 a 11 de novembro, a Rede Municipal de Educação estudou e preparou trabalhos sobre a vida e obra do escritor homenageado. De acordo com a diretora de Administração e Finanças da Prefeitura, Marília Duarte Lopes Sáber, o Festar é um projeto que tem por objetivo fomentar o turismo, a cultura e o esporte de Borda da Mata. “O Festar Literário é o eixo cultural do festival e a homenagem a Donizete Galvão, poeta da terra, só enriqueceu o evento. Donizete poetizou a nossa realidade interiorana, rural e levou Borda da Mata para a literatura brasileira. Apesar disso, muitos bordamatenses não conheciam sua vida e sua obra. Conseguimos, com o Festar, apresentar Donizete Galvão para 2 mil alunos e para quase 200 profissionais da Educação. Acredito que só por isso, já tenha sido muito válido”.

 Lançamento do livro inédito de Donizete Galvão

Com a participação ativa de Ana Tereza Marques, viúva do escritor e também bordamatense, cerca de 20 poetas, jornalistas e artistas, amigos de Donizete visitaram Borda da Mata para participar da homenagem durante o sarau de abertura, no dia 09/11/18, no Colégio Nossa Senhora do Carmo. Além da presença de familiares e da editora Martelo, a qual fez o lançamento do livro inédito “O antipássaro” durante o evento.

 

Durante o sarau de abertura, na noite de sexta-feira, o evento contou com apresentações da Casa do Piano com a professora Maria Rita Costa Bertolaccini, as alunas da Escola Municipal Professora Diva Ribeiro dos Santos, Isabelly Maria do Couto Costa recitou o poema “A vida de um poeta” e Lavínia Salomé Raick Silva o poema “Donizete Galvão”, escrito em sala de aula durante os estudos sobre o projeto. Os alunos do Fundamental II da Escola Municipal Benedita Braga Cobra apresentaram a peça “A turma do Chaves em ‘Quem foi Donizete Galvão’” e arrancaram aplausos e gargalhadas do público. Os alunos do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Nossa Senhora do Carmo apresentaram “O senhor dos guizos”.

 

Com a presença de Tarso De Melo, Ruy Proença, Sônia Barros, Carlos Machado, Fabio Weintraub, Pádua Fernandes, Miguel Jubé, Diana Junkes, Luíza Mendes Furia, Reynaldo Damazio, Priscila Figueiredo, Leusa Araujo, Regina Pereira, Fábio Camarneiro, Alexandre Bonafim , Celso De Alencar e Josias Padilha, o sarau teve seu ápice com a recitação de poesias de Donizete e relatos sobre seu estilo de escrita e amor pela terra natal, muito presente em seus versos.  Uma homenagem à mãe e à esposa de Donizete Galvão, respectivamente, Maria Aparecida de Souza, conhecida como Dona Guinha, e Ana Tereza Marques encerraram o evento.

 

Na sexta-feira durante o dia, aconteceram ainda as oficinas com a poeta, crítica literária e professora de literatura na Universidade Federal de São Carlos, Diana Junkes. Na parte da manhã, as atividades aconteceram com as crianças da Escola Municipal Antônio Marques da Silva, no bairro Santa Cruz. Na parte da tarde, as atividades seguiram com os professores da Rede Municipal na Escola Municipal Professora Diva Ribeiro dos Santos.

 

No dia 10/11, sábado, a manhã cultural foi cheia de experiências literárias durante a exposição e apresentação de trabalhos, preparados pela Rede Municipal de Educação de Borda da Mata. Trabalhos manuais incríveis foram expostos na Praça Nossa Senhora do Carmo, além disso, o Coreto também recebeu apresentações de danças, recitações e música. O ator Josias Padilha e a escritora Sônia Barros participaram também com a contação de histórias entre as crianças, as quais também concorreram em sorteio e receberam livros infantis do escritor homenageado.

No domingo, a programação literária foi encerrada com a peça teatral apresentada pelo grupo “Velha Guarda da Diva”, formado por professoras aposentadas da Rede Municipal, a qual também arrancou aplausos e gargalhadas do público. De acordo com Ana Tereza, toda a família e rede de amigos de Donizete Galvão ficaram emocionados e encantados com o Festar Literário “Vocês estão de parabéns, nossos amigos estão voltando encantados. (...) Gostaram da hospedagem, dos pijamas – e compraram muitos, dos queijos, doces. (...) Adoraram nossa igreja, nossas praças e em especial a simpatia do povo da Borda. Mais uma vez, nossos agradecimentos a todos.”

 

De acordo com o prefeito André Carvalho Marques, trabalhar com os eixos de fomento ao esporte, turismo e cultura é dar condições para o desenvolvimento econômico, social e cultural do município. “O Festar – Festival de Arte de Borda da Mata – têm feito exatamente a valorização do que é nosso, em meio as dificuldades financeiras, o trabalho e a criatividade dos setores e departamentos envolvidos, além  da comunidade, têm impactado grande resultado no dia a dia das pessoas.”

Compartilhar nas redes sociais:

Mídia

Compartilhar nas redes sociais:

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Filtro por data

« Dezembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Mais lidas